BIOLOGIA

Conteúdos para alunos do Ensino Medio. Não se esqueça de deixar o seu recado!
"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer". (Albert Einstein)


Blog de notícias saúde, aulas, artigos, informações e muito mais...

Seguidores

sábado, 22 de agosto de 2009

PLANTAS - 2° ANO

Classificação das Plantas:
As plantas são divididas em dois grupos: as fanerógamas e as criptógamas.

Fanerógramas: São plantas com sementes, por meio das quais elas se reproduzem também chamadas espermatófitas ou espermáfitas. Possuem raiz, caule, folhas e sementes. Algumas tem folhas e frutos, outras não. Um exemplo desse grupo são: a mangueira, o pinheiro, o capim, a roseira, a alface, o agrião, a mandioca, etc. As fanerógamas dividem-se em dois subgrupos:


Angiospermas: são plantas que possuem frutos. Exemplos: limoeiro, tomateiro, pessegueiro. É o grupo vegetal mais bem adaptado ao planeta. São plantas que possuem raiz, caule, folhas, flores, frutos e sementes. A flor é a estrutura reprodutiva dessa plantas. Nela, encontramos o ovário e os óvulos. Após a fecundação, os óvulos se transformam em fruto. Os frutos auxiliam a dispersão das sementes, mesmo quando alguns animais, como aves e mamíferos, os ingerem. Nesse caso, a casca impede a digestão da semente, a semente é depositada, com fezes do animal, longe da planta-mãe. A semente germina e da origem a uma nova planta. Nas sementes, existe uma estrutura chamada cotilédone. Com base nessa estrutura, as angiospermas são divididas em duas classes:

Monocotilêdoneas: plantas em cujas sementes há apenas um cotilédone. Exemplos: lírios, orquídea e milho

Dicotiledôneas: plantas em cujas sementes há dois cotiledôneas. Exemplos: rosa, girassol e feijão.

GIMINOSPERMAS

ANGIOSPERMAS

RAIZES

Pivotante - (Sistema radicular)

DICOTILEDONEA

MONOCOTILEDÔNEA

Pivotante (sistema radicular)

Fasciculada (sistema radicular)

CAULE

Lenhoso e ramificado (sistema monopodial)

Ramificado

Não ramificado

FÔLHAS

Forma, Tamanho e inervação variáveis

Inervação reticulada

Inervação paralela

FLOR

Unissexuais e aperiantadas Femininas: carpelos abertos e óvulos expostos. Masculino: folhas estaminhal com sacos polínicos.

Dímeras, tetrâmeras e pentrâmeras

Tímeras

FRUTO

Não produzem frutos

Com 2,4 ou 5 Lojas

Número de lojas a 3 ou seu múltiplo

SEMENTES (EMBRIÃO)

2 OU MAIS COTILÉDONE

2 COTILÉDONE

1 COTILÉDONE

Gimnospermas: são plantas sem frutos. Tem folhas pequenas e pontiagudas. O grupo de gimnospermas mais conhecido é o das coníferas. Exemplos: pinheiro, o cipestre, e a sequóia. As gimonospermas possuem estruturas especiais de reprodução chamadas estróbilos, ou cones (daí o nome colíferas). Algumas espécies apresentam árvores só com estróbilos masculinos e árvores só com estróbilos femininos. Na maioria os estróbilos femininos e masculinos se encontram nas mesmas árvores. Quando o estróbilo masculinos se abre, ele libera grande quantidade de grãos de pólen. Os grãos de pólen são as estruturas reprodutora masculina, que contém a célula sexual. Levados pelo vento, os grãos de pólen vão fecundar os óvulos nos estróbilo feminino. Os óvulos fecundados desenvolvem-se dando origem às sementes , que no pinheiro-do-paraná, recebem o nome de pinhão. As sementes permanecem protegidas nos estrobilos femininos, que passam a ser denominados pinhas. Ao amadurecer, a pinha se abre liberando as sementes. Estas ao germinar darão novas plantas.

Criptógamas: são plantas que não possuem sementes, nem flores e frutos. Algumas não possuem raiz, nem caule, nem folhas verdadeiras; outras são formadas apenas por um talo. São exemplo desses grupos as algas, os musgos ( briófitas) a avenca e a samambaia (pteridófitas).

Briófitas: compreendem os musgos e as hepáticas. São vegetais extremamente pequenos, sendo formados por rizóides, caulóides e filóides. São plantas avasculares (sem condutores de seiva ou alimento)

Pteridófitas: compreendem samambaias e avencas. São os primeiros vegetais vasculares. Possuem o corpo dividido em raiz, caule e folhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog